Carregando...
Cadastrar
Voltar
Recomendamos que não utilize o mesmo e-mail que utiliza no Habbo Hotel.
Recomendamos que não utilize a mesma senha que utiliza no Habbo Hotel.
Seja bem-vindo!
Criando sua conta você conta com todos os recursos disponíveis no site!
Comente, crie conteúdo e divirta-se ao máximo!
Hey, uma ajudinha!
Para ajudar a ProHabbo, navegue no site com o AdBlock desabilitado.

As contantes limitações dos aplicativos Habbo para smartphones

 

A Sulake no universo mobile

Conforme avanços tecnológicos surgem, empresas do ramo de jogos têm de se reinventar para manter seu público e conquistar novos usuários. Foi pensando nisso que a Sulake desenvolveu no final de 2014 uma adaptação do Habbo para a plataforma mobile, com o lançamento de um aplicativo para celulares com sistema operacional iOS (o mesmo de iPhones). Mais tarde, em meados de 2015, veio à tona um outro aplicativo, mas desta vez elaborado para usuários do sistema Android.

Outros aplicativos já haviam sido desenvolvidos pela Sulake nas plataformas mobile, mas nunca uma adaptação do jogo em si. Antes mesmo da chegada do Habbo luso-brasileiro, a empresa criou minigames com o objetivo de fazer o público conhecer o seu produto principal. Em 2012, foi a vez do surgimento de outros minigames mais bem-acabados como Lost Monkey e Niko, além do pouco sofisticado aplicativo Pocket Habbo, que possibilitava conversar com os amigos e ver o perfil de cada um.

O Habbo para smartphones

No contexto atual, é evidente a importância para o Habbo do desenvolvimento de aplicativos que permitam aos seus usuários acessar o game através de celulares. Há bastante tempo, os desktops vêm perdendo espaço, de modo que os smartphones se consolidaram como principal plataforma utilizada pelos usuários para consumir jogos. Sendo assim, visando não apenas manter seus clientes, mas também atrair novos consumidores de seus produtos, a Sulake deveria não ter medido esforços em prol do aperfeiçoamento de seus aplicativos para celulares. Infelizmente, o descaso prevaleceu.

Tendo em vista os cinco anos passados desde o seu lançamento, a baixa qualidade e o excesso de bugs no aplicativo para smartphones impressiona. Segundo levantamento realizado pelo jornalismo da ProHabbo, dois a cada três usuários que acessam o Habbo pelo celular avaliam o aplicativo negativamente. A própria avaliação do game na App Store e no Google Play confirma isso: em ambos serviços, a nota do Habbo é 3,8 estrelas de 5. Outros jogos bastante populares, como Fortnite e Clash of Clans, possuem avaliação igual ou acima de 4,5 estrelas para os clientes iOS e Android.

No quesito prático, as limitações impostas aos usuários que jogam Habbo por meio de smartphones são inúmeras. É sabido que o uso da lajota pilha mágica, por exemplo, revolucionou as construções de quartos no Hotel. Por intermédio dela, é possível empilhar mobílias da forma que o arquiteto bem entender. Os jogadores que só tem acesso ao game através do celular, todavia, não podem desfrutar do advento: justamente porque a lajota funciona apenas no desktop.

Além do mais, a possibilidade de adquirir assinaturas tanto de Habbo Clube quanto de Clube do Arquiteto (seja através da compra de caixas ou da assinatura em si, com moedas), é privilégio exclusivo de quem joga pelo computador. Ironicamente, até o direito ao voto dos jogadores que acessam o jogo via smartphone é suprimido: somente jogadores conectados pelo desktop podem escolher seus representantes no Habbo Awards, já que formulários não aparecem no game pelo celular.

São numerosos os defeitos a serem citados, que incluem várias funções como participar de fóruns de grupo e gerenciá-los, acessar as notícias publicadas pela equipe staff, alterar as configurações de quartos, mover determinadas mobílias, entre outras. Urge que a Sulake trabalhe intensamente com o objetivo de melhorar a funcionalidade e sanar as limitações de seus aplicativos, do contrário, é difícil acreditar que o Habbo possa atrair novos usuários em meio a um mercado cada vez mais voltado aos smartphones.


O que você achou da reportagem? Comente e avalie a notícia!

lala-oi.FAKE
há 4 meses
Muito bom !! Nossa, eu jogo pelo celular 80% das vezes, e sim temos limitações como lajota, regulador, acesso a segunda página de pedidos para acessar um determinado grupo entre outros. Mas dá para "quebrar um galho" muitas vezes haha
AnjoKELLYTechno
há 4 meses
Além de ser muito bugado, limita muito, e é o que faz cansarmos de entrar pelo celular....
HenriquePS2002
há 4 meses
Eu so logo pelo cell se for muito urgente porque realmente odeio
Storgie
há 4 meses
Eu logo pelo celular quando não tenho escolha mesmo
Mbezerra
há 4 meses
Quando jogo no cell, vou em 3 quartos sai
-MeusDocumentos
há 4 meses
Eles tem que fazer uma melhoria pra ontem no app pois sempre nós users não temos uma boa experiência no app. Ou ele fecha sozinho, ou ele fica tudo escuro, ou nem abre. Então a Sulake deveria tomar alguma medida sobre o mesmo!
Natanaelgk
há 4 meses
Bom, o game para celular possui seus altos e baixos.
Logue-se para comentar!
Você precisa logar para comentar e interagir no nosso site.